29.12.11

2011, 2012

      Em 2011 ocupamos este valioso espaço literário para tentar contribuir com informações e ideias a respeito de variados assuntos. Tratava-se de convidar os leitores do Cooperjornal a algumas reflexões sobre os diversos temas abordados. Sem compromisso com verdades absolutas, conceitos ou teses hegemônicas, a ideia foi ir ao encontro da pretensão informativa e crítica deste consagrado meio de comunicação social de nossa região. A prova da retidão e da pertinência dos propósitos do Cooper está na assídua leitura semanal de milhares de pessoas, nas diversas cidades em que circula o jornal. O primeiro cumprimento devido ao cabo deste final de ano é, pois, para os leitores do Cooperjornal. O segundo cumprimento vai para a sua equipe de redação e jornalismo, além dos demais colaboradores e sua direção. Está de parabéns a Cooperativa Mista de Consumo e Produção Cultural Ltda., que, desde 1996, vem atendendo ao seu propósito de “ser uma alternativa em comunicação editorial, com críticas e propostas, de posição, não pretendendo ser o dono da verdade, tampouco apático. Pluralista e democrático nasceu para a defesa dos interesses de toda a comunidade regional, sempre em defesa do bem comum, buscando a união em torno de ideias” (http://www.cooperjornal.com.br/coopercultura).
      Escrevemos sob os títulos “A moda hoje”, “Sorrir para a adversidade”, “Enfrentamentos”, “Conselho Tutelar”, “Espaços de convivência”, “Liberdade e segurança”, “Paradigma do lixo”, “Desenvolvimento econômico”, “Usucapião por abandono do lar”, “A escola e a cesta de valores”, “Constituição e escola”, “Liberdade assistida”, “Prevenção e precaução”, “Adoção”, “Globalização sem globalitarismo”, “Greve”, “Código ambiental”, “A mídia e os valores morais”, “Fim dos tempos”, “A revolução do comércio”, “Profissionais do direito”, “O direito à estabilidade nos contratos”, “Insumos e externalidades”, “Jurisdição e democracia”, “O rosto” e “A confiança”, encerrando na edição de Natal com texto em primeira pessoa, compartilhando experiência pessoal do colunista, sob o título “Não acredita em Papai Noel”.
      Com uma proposta aberta e livre para os temas a serem abordados, foram as mais diversas as fontes de consulta utilizadas, prevalecendo alguma ênfase nas ciências jurídicas e sociais, dada a formação acadêmica do colunista. Os textos publicados podem ser visualizados no Blog Ética Sustentável (http://eticasustentavel.blogspot.com/). Podem também ser alvo de comentários, críticas, sugestões de parte dos leitores, diretamente ao colunista, pelo endereço eletrônico ricardosouza2065@gmail.com com a mais absoluta liberdade de opinião e de livre manifestação. Dito Blog, assim como a Coluna Ideias do Cooperjornal, propõe-se a ser um espaço de compartilhamento de reflexões, também sobre os mais variados temas, sendo mais do que oportuna a participação do leitor e da leitora, para dizer o que quiser a respeito dos assuntos abordados, ou sobre qualquer assunto, utilizando o endereço eletrônico disponibilizado para tanto. Nenhuma manifestação de qualquer leitor será nominalmente publicada, garantindo-se, assim como ocorre na filosofia de trabalho do Cooper, a plena liberdade de manifestação do pensamento de qualquer pessoa, seja leitor assíduo ou eventual. Quem escreve o que diz deve estar sempre preparado para ouvir quem tenha algo a dizer. E assim como o Cooperjornal, estamos preparados para esse intercâmbio de ideias, com espaços plenamente abertos para a participação da comunidade.
      Desejando um feliz Ano Novo a todos, encerramos nossa atividade na Coluna Ideias neste ano de 2011, esperando poder, em 2012, contribuir de alguma forma para o sucesso desses espaços de informação livre, aberta e crítica, sem a pretensão de apresentar verdades absolutas, mas com o propósito fundamental de somar na construção da democracia plena, participativa e crítica, assim como tem nos brindado o Cooperjornal em seus 15 anos de circulação.